acesse o RN blog do jornalista João Bosco de Araújo [o Brasil é grande; o Mundo é pequeno]


sábado, 4 de abril de 2020

Coronavírus: As teses que podem definir o fim da guerra

Texto: Sidney Caicó*

Conheça as três teses principais que norteiam o combate ao Coronavírus no mundo, suas diretrizes gerais, cronogramas, consequências, objetivos com suas prioridades. Quais teses utilizam maiores recursos, o melhor gerenciamento de pessoas e logística? E quais teses consideram prioridades que podem salvar mais vidas ou que podem causar mais mortes?

O mês de abril de 2020 será decisivo para as maiores Nações das Américas do Sul e do Norte que mantiverem seus postos armados contra o Coronavírus de forma disciplinada e coordenada. Estados Unidos e Brasil estão chegando ao tempo mais complicado da guerra contra o Coronavírus. Com bases em históricos da China, Itália e Espanha, entre os 30 e 45 dias de lutas, a contar dos primeiros infectados, a mortandade tende a aumentar; principalmente quando atingi os primeiros mil casos confirmados. Importante dizer que o Brasil entrou mais cedo no combate, momento quando tomou medidas preventivas contra a doença: Isolamento Social e fechamento do Comércio.

A China, Itália, Espanha, alguns outros da Europa, já atingiram o seu ponto crítico sinalizando para o mundo o poder destrutivo do inimigo, mais de 50.000 mortes. Nestes os gráficos mostram que o ápice da Pandemia começa a mostrar sinais de estabilidade e com tendência à queda, o que explica que agora, após os 45 dias, desde o anuncio da Pandemia pela OMS, estão obtendo um maior domínio sobre o Coronavírus e melhor controle sobre a Covid 19. Mas, esse é um fator que se explica em parte, por causa da população que em função do medo de ser contagiada e vendo outras literalmente mortas, metralhadas nas ruas pela Covid 19, passam a cumprir de forma mais rigorosa as determinações das autoridades para permanência em suas casas exercendo a Medida de Isolamento Social.

Outro fator para que o gráfico possa declinar ainda mais e assim amenizar a gravidade da doença é factual, tendo em vista, estão sendo apresentados os resultados das batalhas em frontes localizados em territórios diferentes com o uso de medicamentos, fechando o cerco, os primeiros testes que podem diminuir o ritmo e assim parar o avança da Pandemia em quanto se constrói a arma letal que possa causar maiores danos ao inimigo: uma vacina, arma tão esperada pelas tropas. Estados Unidos e o Brasil investem na arma Hirdoxicloroquina e Cloroquina e apostam para novembro estarem com a vacina; a Rússia diz que estará com a Vacina pronta em Junho de 2020. “A Coalizão para Inovações e Preparação para Epidemias (CEPI), organização sem fins lucrativos com sede em Oslo, na Noruega, aumentou sua ajuda em mais de 90 milhões de dólares para o desenvolvimento da vacina. Na Austrália, o Laboratório da Universidade de Queensland, possivelmente começará a testar sua vacina em seres humanos nos próximos meses” (El País).

Outros Países como Israel, Espanha, China, Alemanha, e até Cuba testam seus medicamentos e vacinas. Alguns desses Países testam até o Plasma do Sangue de pessoas curadas em outras não infectadas para desenvolver anticorpos; o Brasil já está realizando seus primeiros testes.

Pegando a história como exemplo, um Plano Ambicioso pode ser pactuado entre as Nações e por fim ao conflito, assim como aconteceu na Segunda Guerra Mundial .

O Plano Mês D pode ser alicerçado sobre dois pilares fundamentais: discurso e unidade. É Justo falar que existem esses dois fatores e bem mais importantes no calor da guerra que estão estabelecendo ações e resultados positivos. Os discursos eloquentes encontram a unidade para com força atacar o inimigo com custos menores e sem erros, tendo como objetivos priorizar a Vida e a Economia. Os Líderes das Nações e Estados têm o poder de decisão para alinharem os pensamentos, aliando o exército formado por Profissionais de Saúde, Agentes de Segurança e todos os demais Servidores Públicos e Colaboradores em todo o mundo. Um exército sem exército que exaustivamente mantêm a guarda levantada e não relaxam um só momento, e desta forma podem atravessar o grande deserto, juntos.

Para que vençam o Coronavírus é necessária a Criação da Coligação Internacional no Combate aos Vírus. O Coronavírus é capaz de destruir exércitos e parar o comércio, aniquilando a humanidade. São Vírus letais que podem através da transmissão comunitária atingir de um para três através de proporção geométrica; aumentando o número de mortes entre os mais vulneráveis e dessa forma atingindo toda a população mundial. Dependendo da forma como as Lideranças farão o Gerenciamento de Pessoas e contingenciamentos logísticos, muitos serão infectados e mortos. Os Principais Líderes das Nações do Mundo precisam nos próximos 15 dias elaborarem suas estratégias com base em teses bem fundamentadas para que consigam a vitória nesta guerra. O inimigo é bem astuto e camuflado e se aproveita das menores falhas e fraquezas das Nações, seja ela falha política ou econômica.

Diferente desses primeiros Países que já estão bem abalados, o Brasil, Estados Unidos ainda estão em situação de rever estratégias e rever o posicionamento das tropas em territórios e números, e juntos as demais Nações atacadas e Nações onde ainda não receberam o desembarque do Coronavírus precisam organizar suas forças para que após a primeira quinzena do Mês de Abril possam abordar o Coronavírus de surpresa e através de uma grande campanha mundial.      

Desta vez, ao contrário do desembarque na Normandia, considerado o Dia D que pôs fim a Segunda Guerra Mundial, as Nações aliadas deverão empregar as tropas com o menor número possível de combatentes para o Plano Internacional do Mês D.

O Plano Mês D será decisivo para barrar o avanço do Vírus, controlá-lo e manter o domínio dos territórios, reduzindo os números de mortes, evitando o colapso na Sistema de Saúde e na Economia de todos os Países.

ATUALMENTE EXISTEM TRÊS TESES PARA DETER O CORONAVÍRUS NO MUNDO:

Tese do Plano Mês D; Tese do Plano Estratégia Militar; e Tese do Plano Sistema de Saúde Pública.

1º) TESE DA ESTRATÉGIA “PLANO MÊS D” PARA DETER O CORONAVÍRUS

1 - O Coronavírus irá infectar de 50 até 70% da população mundial em 2020, são 160 dias desde sua chegada.  Em 2020 a Covid 19 pode matar cerca de 15 milhões de pessoas e continuando nos meses seguintes até 45 milhões em todo o mundo. Logo, o inevitável deve ser combatido GRADATIVAMENTE POR ETAPAS, tendo O TEMPO COMO ALIADO para manter o domínio do Coronavírus nos territórios e seu efetivo controle. As situações adversas que enfraquecerão o Sistema de Saúde e da Economia serão contornadas; com a estratégia:

A) Isolamento social para todos os habitantes dos Países que já estão com o Vírus em seus territórios; NOS PRIMEIROS 15 DIAS DO MÊS DE ABRIL DE 2020, dada prioridade para todos.
B) Vacinar contra gripe.
C) Os mais velhos são infectados gradativamente e os jovens com menor incidência depois.
D) Parar um dia, a cada 16 dias, mantendo todos na quarentena, para Desinfetar (assepsia) dos locais públicos por onde transitam o maior número de pessoas. Prioridade para os transportes públicos e locais públicos de grande circulação. Porém, desinfetar (assepsia) todos os dias locais por onde circulam o maior número de pessoas, sejam públicos ou privados.
E) Detectar os infectados e tratá-los antes do agravamento da infecção e mantê-lo sobre determinação de quarentena até o final do tratamento. Tudo Conforme a demanda, conforme necessário, conforme materiais disponíveis, até atingir o máximo da resistência da tendência de alta, depois observada a estabilidade dos números, aguardar a tendência de baixa e seu declínio.
F) Mais dinheiro injetado no mercado para socorrer a economia com a suspensão de cobranças de dívidas por 160 dias.
G) Fazer uso de transações comerciais através de moedas digitais, QR Code, cartões digitais, através de máquinas de cartões, para evitar a transmissão do Coronavírus através das cédulas; limitando por dia aos U$ 250 por pessoa (evitando o que aconteceu na China)
H) Após os 15 dias do início do Plano Mês D continuar com os protocolos e observações para que o isolamento social continue até completar 30 dias de observações e contínuo combate ao Coronavírus.
I) Iniciar o SISTEMA CICLO 1/3 (um terço), com 3 fases (três fases) de 15 (quinze) dias cada.
J) No mês de maio de 2020, após passar os 30 dias do início da ocupação com o Plano Mês D, implanta o Sistema Ciclo 1/3 (um terço).
L) Emprego da ESTRATÉGIA SISTEMA CICLO 1/3 - A cada 3 (três) pessoas 1 (uma) sai de casa para o trabalho e demais ficarão cumprindo o Isolamento Social em suas casas. A cada 3 (três) funcionários do Estado ou Empresa Privada, 2 (dois) ficam em casa e 1 (um) trabalha na 1ª fase estabelecida; e assim consecutivamente na 2ª e 3ª fases do Sistema Ciclo 1/3. A cada 15 (quinze) dias. Após o tempo decorrido de cada fase (1ª, 2ª e 3ª) permanecem no isolamento social as pessoas que não estão desenvolvendo suas funções presenciais para o Estado ou Empresas Privadas. Sendo assim, sai para trabalhar sempre, e penas, 1/3 (um terço) dos Servidores Públicos e Funcionários das empresas privadas; demais pessoas continuam no isolamento social em suas casas, assim acontecendo até a última e 3º fase.
M) Cronograma: O tempo estimado para o PROTOCOLO do PLANO MÊS D é de 30 dias (trinta dias) e o tempo estimado para o Protocolo do Sistema Ciclo 1/3 é de 48 dias.
N) Avaliar os resultados ao final de 30 dias do PLANO MÊS D, e fazer mesma avaliação ao final do emprego da Estratégia Sistema Ciclo 1/3 (um terço).

1.1 - Consequência do “Plano Mês D”: Com base em estratégias Humanitárias um  menor número de pessoas é empregado em um maior espaço de tempo possível e a contenção do Coronavírus em todos os territórios.  Observada a gravidade da enfermidade, superlotação dos hospitais, o caos no Sistema de Saúde, redução de impacto negativos no Sistema Econômico, maior tempo de isolamento social, menor número de infectados por transmissão comunitária, MENOR NÚMERO DE MORTOS.
1.2 – OBJETIVO “PLANO MÊS D” = PRIORIDADE: A VIDA; COM PLANO PARA MANTER ECONOMIA ATIVA.
A economia se mantém parcialmente sobre controle com a diminuição do BIP, baixas nos lucros por causa da instabilidade econômica, maior controle da volatilidade dos preços, com maior controle na demanda de bens e serviços produzidos no País.

2º) TESE DO “PLANO ESTRATÉGIA MILITAR” PARA DETER O CORONAVÍRUS

2) - O Coronavírus irá infectar de 50 até 70% da população mundial em 2020, são 160 dias, desde sua chegada.  Em 2020 a Covid 19 pode matar cerca de 15 milhões de pessoas e continuando nos meses seguintes até 45 milhões em todo o mundo. Logo, o inevitável deve ser combatido com a supressão do tempo em territórios pré-estabelecidos para ser o Coronavírus dominado e controlado; com a estratégia:
A)  Isolamento social para todos os habitantes dos Países que já estão com o Vírus em seus territórios; por faixa etária priorizando os grupos mais vulneráveis.
B) Vacinar contra gripe.
C) Os jovens serão infectados primeiro e os mais velhos depois.
D) Tratar os enfermos conforme a demanda, conforme necessário, conforme materiais disponíveis, até atingir o máximo da resistência de sua tendência de alta, depois observada a estabilidade dos números, aguardar a tendência de baixa e seu declínio.
E) Mais dinheiro injetado no mercado para socorrer a economia com a suspensão de cobranças de dívidas por 60 dias.
F) Com cronogramas pré-estabelecidos.

2.1 - Consequência do Plano Estratégia Militar: Com base na estratégia militar, um maior número de pessoas é empregado, com supressão do tempo e a contenção do Coronavírus em territórios pré-determinados. Observada a gravidade da enfermidade, superlotação dos hospitais, o caos no Sistema de Saúde, o caos no Sistema Econômico, menor tempo de isolamento social, maior número de infectados por transmissão coletiva, MAIOR NÚMERO DE MORTOS.

2.2 - OBJETIVO DO “PLANO ESTRATÉGIA MILITAR” = PRIORIDADE: A ECONOMIA.
A economia se mantém estável sem crescimento do BIP, baixas nos lucros, porém com maior estabilidade econômica, controle da volatilidade dos preços e na demanda de bens e serviços produzidos no País.

3º) TESE DO “PLANO SISTEMA DE SAÚDE PÚBLICA”

3) - O Coronavírus irá infectar de 50% até 70% da população mundial em 2020. Logo, o inevitável deve ser combatido utilizando mais ou menos tempo e em determinados territórios, sendo o Coronavírus dominado e controlado; com a estratégia:
A) Isolamento social para todos os habitantes dos Países que já estão com o Vírus em seus territórios; dada prioridade para todos.
B) Vacinação contra gripe.
C) Os mais velhos são infectados primeiro gradativamente e os jovens depois.
D) Detectar os infectados e tratá-los antes do agravamento da infecção. Conforme a demanda, conforme necessário, conforme materiais disponíveis, até atingir o máximo da resistência de sua tendência de alta, depois observada a estabilidade dos números, aguardar a tendência de baixa e seu declínio.
E) Mais dinheiro injetado no mercado para socorrer a economia com a suspensão de cobranças de dívidas por 60 dias.
F) Sem cronogramas pré-estabelecidos.

3.1 - Consequência do Plano Sistema de Saúde Pública:  Com base em estratégias Humanitárias, com o emprego de um maior número de pessoas em um espaço maior ou menor tempo possível, fazendo a contenção do Coronavírus em todos os territórios.  Observada a gravidade da enfermidade, superlotação dos hospitais, o caos no sistema de saúde, o caos no Sistema Econômico, maior tempo no isolamento social, menor número de infectados por transmissão comunitária, MENOR NÚMERO DE MORTOS.
OBJETIVO “PELO SISTEMA DE SAÚDE PÚBLICA” = PRIORIDADE: A VIDA.
A economia atinge o caos, baixas nos lucros por causa da instabilidade econômica, menor controle na volatilidade dos preços, menor controle na demanda de bens e serviços produzidos no País.

4 - Considerações finais
O isolamento social ainda é necessário para que nos próximos 15 ou 20 dias os hospitais possam receber gradativamente as pessoas contagiadas pelo Coronavírus e com quadros de saúde considerados mais graves.  A demanda precisa ser gradativa para evitar o sofrimento das pessoas que irão permanecer com seus entes queridos isolados nos hospitais, sem saber como estarão recebendo os cuidados médicos, sem saber se estão ocupando leitos dignos de amenizar o sofrimento causado pela Covid 19. Quanto mais pessoas nas ruas, mais pessoas serão infectadas e mais leitos serão necessários para acolhimento, assim o Sistema de Saúde Pública entra em colapso em poucos dias e a economia também.

Os Estados Unidos da América, País Capitalista, com a maior economia do mundo, injetou trilhões de dólares no mercado para controlar o Povo Americano no Isolamento Social. Fica claro que o cidadão americano ficará a maior parte do tempo cumprindo a Medida Preventiva no Isolamento Social, em suas casas. Os EUA estarão se preparando para maior batalha de suas vidas; estão preparados para uma guerra. Talvez nem a guerra do Vietnã, nem a Guerra do Golfo, podem ser comparadas com o por vir. Talvez possa ser algo apenas comparado com a Primeira e Segunda Guerra Mundial. A Pandemia causada pelo novo Coronavírus –SARS- CoV 2 – COVID 19, poderá causar a morte de muitos cientistas, pensadores, além da população em geral, pode levar os Estados Unidos e outras Nações ao caos.  Pode dizimar os exércitos, se não forem empregados da forma correta, com a utilização do menor número possível de pessoas, de forma gradativa, em fases pré-estabelecidas, observando um cronograma, pois deve ser considerado que muitos na linha de frente podem ser contagiados, muito antes do tempo ou da chegada da cura. Ainda são imensuráveis os prejuízos humanos e materiais. Não podemos subestimar a força do Vírus. Países como a Itália e Espanha subestimaram o Coronavírus e estão ainda pagando um grande preço.

É muito importante que nos próximos dias os Líderes de seus Países tenham um discurso eloquente e busque a unidade para o enfrentamento da Pandemia. O Plano adotado para manter as pessoas seguras, dominar e controlar o Coronavírus, os objetivos, suas prioridades devem estar alinhadas com os pensamentos de todos os envolvidos na travessia dessa crise humanitária, dessa que parece ser um grande deserto com apenas um oásis para suprir-se uma única vez e continuar a travessia. Precisa ter uma estratégia que tenha objetivos claros, observando o tempo, as dificuldades encontradas pelo caminho, a distância a percorrer, os meios empregados, o tamanho da caravana, até para pegar água no único poço disponível no oásis se faz necessário ter paciência para não pegar águas contaminadas. Agora é o momento certo para dar espaço para humildade, momento certo para orar a Deus, momento certo de perguntar aos mais experientes, que já cruzaram o deserto muitas vezes para saber a melhor rota e os perigos que podem ser evitados.

O mundo precisa de uma Coligação Internacional para vencer a guerra contra o Coronavírus, precisa de um plano, precisa de um DIA D.

O Brasil precisa de lideranças que façam uso da sabedoria, orientem os Governantes a entenderem a importância de antes Planejar a estratégia mais eficaz, com base em uma boa teoria. Os bons Governos têm sábios em suas cortes, os viajantes se valem deles pelos caminhos; ouvem como utilizar os recursos disponíveis no momento certo e sobre a importância de fazer uso da paciência.

*Texto pesquisado e produzido por Sidney Caicó
Coronavírus – Brasil ameaça o Mundo?
©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

Restaurante da capital lança "Combo da Semana" e Oficina Gastronômica Online


O Cascudo Bistrô está com mais uma novidade disponível através do seu Delivery - O "Combo da Semana", um almoço ou jantar completo para duas pessoas, que será alterado semanalmente.

A primeira edição, disponível de quinta (2) a domingo (5), inclui entrada (dadinhos de tapioca com geleia de pimenta), prato principal (paleta de cordeiro, com cuscuz marroquino e batatas crocantes) e uma garrafa de vinho Portas do Sol (tinto ou branco). Tudo isso por R$ 188.

Além disso, na quinta-feira (2), às 19h, o chef Daniel Cavalcanti fará uma oficina ao vivo pelo Instagram do Cascudo Bistrô com o tema "Hambúrguer", onde irá ensinar a fazer hambúrguer clássico e vegetariano. A ação tem o apoio do Frigoias.

Também é possível receber em casa os hambúrgueres produzidos na oficina. Para isso, o cliente deverá fazer o pedido e o pagamento antecipado (via transferência bancária) pelo Whatsapp (99828.7007) até às 16h do dia 02 de abril. O combo com os dois hambúrgueres, batatas crocantes e duas palhas italianas terá um custo de R$ 40,00, além da taxa de entrega.

Funcionamento exclusivo

Em cumprimento a decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o Cascudo Bistrô funcionará exclusivamente com delivery e retirada no balcão. A medida preventiva e por tempo indeterminado, tem como objetivo manter clientes e funcionários seguros em suas residências durante a pandemia do covid-19, que já tem casos registrados na capital potiguar.

O Chef Daniel Cavalcanti irá preparar todos os pedidos com os cuidados de manipulação e acondicionamento que já vinham sendo tomados anteriormente. Os serviços de delivery e retirada no balcão estarão disponíveis nas quintas, das 18h as 22h, nas sextas e sábados, das  11h as 15h e das 18h as 22h e aos domingos, das 11h as 15h. Os pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp: (84) 99828.7007. [por assessoria]
Imagem relacionada à divulgação


©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

Nota Técnica orienta RAPS do SUS para enfrentamento da pandemia COVID-19

Documento traz recomendações que podem complementar ações desenvolvidas por estados, Distrito Federal e municípios

O Ministério da Saúde publicou na segunda-feira (30/3) Nota Técnica com recomendações voltadas à Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) para organização dos serviços de saúde mental em decorrência da infecção da COVID 19 causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Segundo a nota, a situação de Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) exige esforços de toda a RAPS para o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública. Também demanda cuidados especiais na atenção psicossocial, devido ao potencial agravamento de crises e sofrimentos psíquicos na população.

Nesse contexto, o documento recomenda aos gestores e profissionais de saúde um conjunto de iniciativas para apoiar a mitigação do avanço da epidemia do SARS-CoV-2 e seguir as orientações do MS para medidas de higiene, abertura e funcionamento dos serviços de saúde e protocolos de cuidado. Ainda, orienta a seguir as medidas preventivas nos serviços como o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e realização de procedimentos padronizados de proteção e cuidados individuais.

De acordo com o documento, as recomendações podem contribuir para a organização das ações e serviços da RAPS de forma simultânea e complementar às atividades construídas por estados, Distrito Federal e municípios.

A nota técnica foi produzida pela Coordenação-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas, da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (CGMAD/DAPES/SAPS/MS).

Fonte: Secretaria de Atenção Primária à Saúde 
do Ministério da Saúde (SAPS/MS)  
©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

Moda Praia, Fitness e camisetas exclusivas podem ser adquiridas via Delivery por marca do RN


A Vitally Moda Praia e Fitness está funcionando exclusivamente com delivery (das 9h as 13h) desde a última segunda-feira (30), comercializando além do seu amplo mix de produtos, as camisetas da Coleção Girl You Can, que estimula o empoderamento feminino e tem parte da renda revertida para o Centro de Referência da Mulher Elizabeth Nasser, entidade que presta assistência a mulheres em situação de vulnerabilidade social e violência doméstica.

Sobre a Vitally

No mercado desde 2009, a Vitally reúne produtos diferenciados de moda praia e fitness, produzidos com tecnologia de ponta, tecidos e estampas exclusivas. A Coleção 2020 de Moda Praia da marca, a “Sweet Summer” traz tons suaves como rosa seco, azul, verde e amarelo combinados com cores vibrantes.

Também no segmento de Moda Fitness, a marca está em constante evolução. “Com o crescimento das modalidades esportivas, ampliamos o nosso mix de produtos procurando atender, por exemplo, a demanda por roupas de compressão, que evitam o desperdício de energia na contração muscular ou roupas leves que não atrapalham os movimentos e não retêm o suor, acompanhando a tendência de cores e investindo em peças com recortes que utilizam matéria prima com tecnologia, conforto e estilo”, esclarece Andriere Azevedo, fundador da Vitally.

Com fabricação própria, a marca potiguar que tem lojas físicas em Natal e Mossoró, vem se destacando no mercado devido ao excelente atendimento, qualidade e exclusividade dos seus produtos. As peças podem ser compradas através do site da marca (www.vitallyfitness.com.br) ou pelo WhatsApp (99495-3294). [por assessoria]
Foto relacionada à divulgação


©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

RN apresenta redução da criminalidade no mês de março


O Rio Grande do Norte apresentou redução das Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLI) durante o mês de março em relação ao mesmo período do ano passado, além de registrar diminuição dos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) em diversas cidades.

O total de CVLI no terceiro mês do ano foi de 126, uma redução de 14,29% comparando com o ano passado, quando ocorreram 147 casos. Levando em consideração os três primeiros meses de 2020, dentro dos tipos de condutas letais, apresentaram queda os homicídios dolosos (passou de 291 para 284) e a lesão corporal seguida de morte (passou de 38 para 28).

Entre os municípios mais populosos do Estado, destaque para a diminuição do CVLI em Parnamirim, caindo de 25 para 20 (-20%) e São Gonçalo do Amarante, saindo de 29 para 19 (-34,5%).

Em relação aos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP), comparando os meses de março de 2020 e março de 2019, as cidades de São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim tiveram uma redução, respectivamente, 12,9% e 33,3%. Na capital potiguar, destaque também para a redução de assaltos a ônibus, que passaram de 44 para 34 no mesmo período, uma queda de 22,7%.

Podemos também pontuar os resultados positivos obtidos pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, que é composta pela Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Federal, e que tem realizado importantes operações no RN. O trabalho conjunto dos setores de inteligência das forças de segurança gerou, por exemplo, a desarticulação de uma quadrilha no interior potiguar, a apreensão de fuzis na Bahia, e a prisão de um membro de uma facção do RN que estava escondido em Goiás.

“O trabalho integrado desenvolvido pela Força Tarefa é fundamental no enfrentamento da criminalidade no Rio Grande do Norte. Ações conjuntas de Inteligência estão resultando na diminuição dos índices de criminalidade e violência”, destacou o secretário da Segurança do RN, coronel Francisco Araújo. [por Assessoria Imprensa Sesed]


©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Imagem de Nossa Senhora da Apresentação vai peregrinar pelas ruas de Natal nesta sexta


“Todos em casa. Maria na casa de todos” é o tema da peregrinação, que acontece nesta sexta-feira, 3 de abril

Na tarde desta sexta-feira, 3 de abril, a imagem da padroeira da Arquidiocese e da cidade do Natal, Nossa Senhora da Apresentação, vai percorrer as principais ruas da capital, em carro aberto, passando pelas quatro zonas: leste, oeste, norte e sul. “Todos em casa. Maria na casa de todos” é o tema da peregrinação, que terá como ponto de partida a Catedral Metropolitana, às 14 horas.

Há alguns anos, a imagem visita instituições e lares de fiéis, entre os meses de setembro e outubro, em preparação para a festa da padroeira, que acontece no mês de novembro. A peregrinação que vai acontecer nesta sexta-feira é especial, diante das circunstâncias e do dramático cenário vivido pela população, por conta do novo coronavírus. “Nossa Senhora da Apresentação, nossa Mãe, sai ao encontro dos filhos para consolá-los, para fazer com que não se sintam sozinhos ou abandonados”, diz o arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha. “O tema ‘Todos em casa. Maria na casa de todos’ também favorece a conscientização das pessoas acerca da necessidade do isolamento social”, acrescenta.

As pessoas vão poder acompanhar o percurso, através da rádio 91.9 FM e das redes sociais da Paróquia da Catedral - @paroquiadacatedraldenatal.

SERVIÇO

Peregrinação com a imagem de Nossa Senhora da Apresentação pelas ruas de Natal
Data: 3 de abril, sexta-feira
Local: Saída da Catedral Metropolitana, às 14 horas

MAIS INFORMAÇÕES
. Cacilda Medeiros – assessoria de comunicação da Arquidiocese de Natal – (84) 99968-6507
. Luiza Gualberto - assessoria de comunicação da Arquidiocese de Natal – (84) 99936-3663
Pascom da Arquidiocese de Natal
Imagem relacionada à divulgação


©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

A solidariedade não pode parar: Saiba como ajudar as famílias afetadas pelo novo coronavírus


O novo coronavírus (Covid-19) já afetou milhares de famílias no mundo todo desde o fim do ano passado. No Brasil, essa realidade, infelizmente, não pôde ser diferente. Mas a Solidariedade sem fronteiras possibilita que muitas pessoas enfrentem esse desafio em melhores condições. Por isso, a Legião da Boa Vontade (LBV) convida todos a participarem de sua maior ação solidária: ajudar milhares de famílias em situação de risco social e de insegurança alimentar para que não passem fome neste momento de desafio coletivo.

A LBV solicita doações de cestas de alimentos não perecíveis e itens de limpeza e de higiene pessoal que serão entregues a famílias atendidas pela Instituição e também a famílias que residem em comunidades nas principais cidades do país para que não fiquem desamparadas.

As cestas são compostas dos seguintes itens: arroz, feijão, óleo de soja, açúcar, macarrão, farinha de mandioca, fubá, extrato de tomate e sal, bem como itens de limpeza e de higiene: sabão, água sanitária, desinfetante, detergente, limpador multiuso, sabonete, creme dental, entre outros.

A Solidariedade não pode parar! Ela é fundamental para que mais pessoas se previnam desse vírus e tenham condições de o enfrentarem com força e saúde.

Você ajuda, a LBV faz! Acesse lbv.org e faça a sua doação!

Doações em Natal

As doações podem ser entregues diretamente na Sede da LBV em Natal/RN, localizada na Rua dos Caicós, 2148 – Bairro Dix-Sept Rosado. Informações pelo telefone (84) 3613-1655.
Enviado ao blog por Arivaldo Oliveira

©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

Covid-19: Nota Técnica orienta serviços de saúde sobre a doação de leite materno

Documento busca garantir a doação de leite materno com segurança à saúde das mães e dos bebês

Diante da fase de transmissão comunitária do novo coronavírus (COVID-19), o Ministério da Saúde publicou nesta segunda-feira (30/3), Nota Técnica com orientações aos serviços de saúde sobre os cuidados a serem praticados pelos profissionais de saúde que realizam a coleta, o armazenamento, processamento e manejo do leite humano, além do atendimento às famílias na fase de amamentação.

As medidas apresentadas pelo documento visam à manutenção das doações e das ações da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH) com segurança à saúde das mães e dos bebês, principalmente no que diz respeito à garantia do acesso às informações, à disponibilidade de leite humano e ao estímulo à manutenção da amamentação exclusiva nos primeiros seis meses.

Segundo a nota, o MS e a rBLH consideram prudente manter a recomendação de doação de leite humano somente por lactantes saudáveis e sem contato domiciliar com pessoa com quadro suspeito de síndrome gripal.

“É contraindicada a doação por mulheres com sintomas compatíveis com síndrome gripal, infecção respiratória ou confirmação de caso de SARS-Cov-2. A contraindicação é estendida às mulheres que mantêm contatos domiciliares de casos com síndrome gripal ou caso confirmado de SARS-Cov-2”, alerta o documento.

Para a continuidade das doações, o MS sugere aos gestores locais a busca por alternativas de apoio ou parcerias para implementar, ainda que temporariamente, a coleta domiciliar do leite humano, atendendo aos critérios e recomendações da rBLH e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A Nota Técnica foi produzida pela Coordenação de Saúde da Criança e Aleitamento Materno (COCAM/CGCIVI/DAPES/SAPS) com contribuições da rBLH.

Acesse o conteúdo da nota na íntegra aqui.

Consulte os materiais de apoio construídos para os profissionais de saúde e gestores da Atenção Primária à Saúde aqui.

Leia também:



Fonte: Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS/MS)

©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

Plataforma virtual no RN reúne esforços contra o coronavírus

"RN contra o corona" cadastra voluntários, assim como instituições apresentam suas necessidades e empresas informam o que podem oferecer, sejam produtos ou serviços

Graças a um esforço conjunto entre empresas, profissionais liberais, instituições governamentais e quem mais se propôs a ajudar, está no ar uma plataforma que tem como objetivo principal unir esforços para enfrentar a pandemia do novo coronavírus e seus impactos sociais e econômicos em nosso estado. O “RN contra o corona” nasce com o propósito ser um ponto de convergência de ações e, especialmente, voluntariado, para instituições e pessoas que estejam passando por dificuldades receberem o suporte de que necessitam.

No site https://rncontraocorona.com.br/ as pessoas podem se cadastrar como voluntárias, assim como instituições identificarem suas necessidades e empresas informarem o que podem oferecer, sejam produtos ou serviços. “O nosso grande desafio é achatar a curva da ocorrência dos casos no Rio Grande do Norte. E, em paralelo, desenvolver e estimular ações que mantenham ativa a nossa economia, com a segurança que as pessoas necessitam neste momento tão delicado”, aponta Erich Rodrigues, diretor da Interjato e um dos coordenadores do projeto.

Um dos serviços oferecidos é o atendimento de saúde remoto. Caso a pessoa esteja sentindo algum sintoma da Covid-19, pode entrar em contato por meio de uma plataforma de teleatendimento médico. Especialistas, também voluntários, prestam orientações online, o que pode ajudar a reduzir a necessidade de atendimento presencial, deixando as unidades de saúde disponíveis para os que realmente precisam ir até lá.

Outros profissionais de saúde, como psicólogos, também podem se cadastrar para oferecer suporte emocional. A Clínica do Shopping, por exemplo, já informou que está disponibilizando quatro salas para vacinação contra gripe e está interessado em técnicos de enfermagem voluntários para esta ação.

Por meio do “RN contra o corona”, também será possível ter acesso a atualizações sobre o avanço do coronavírus em nosso estado, as últimas notícias sobre o assunto e, ainda, acompanhar as publicações dos atos normativos do poder público. Além disso, também serão esclarecidas notícias falsas a respeito do tema, de modo que a população tenha acesso a informação segura e proveniente de fontes sérias.

Os interessados em ser voluntários podem acessar o link https://rncontraocorona.com.br/ e se cadastrar. [por assessoria de imprensa]
Imagem relacionada à divulgação

©2020 www.AssssoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN

sexta-feira, 27 de março de 2020

Festival Cultura em Casa leva a arte potiguar até você


O Festival Cultura em Casa é uma articulação do SEBRAE RN com artistas potiguares - com realização das empresas Atena Marketing e Conteúdo, Ama Produções Criativas e Green Point Produções – para levar a nossa cultura até a casa dos espectadores, durante o período de isolamento social devido a pandemia do COVID-19.

O festival terá diversas apresentações através de lives, a princípio de música, a partir da próxima segunda-feira, 30 de março. A iniciativa tem o objetivo de divulgar o talento dos artistas potiguares, promovendo uma integração entre eles e também com os seus públicos, gerando uma conexão potiguar por meio das plataformas digitais.

O SEBRAE apoia a iniciativa atuando no atendimento aos artistas, apoio na divulgação e facilitação das parcerias.

Vamos curtir e valorizar a nossa música, e fazer a nossa parte ficando em casa!

SERVIÇO

Festival Cultura Em Casa

Confira a programação:

30 de Março - Segunda-feira
18h30 - Sergio groove
19h - Camila Masiso e Diogo Guanabara
19h30 - Samara Alves

31 de Março – Terça-feira
18h30 - Jubileu Filho
19h - Carol Benigno
19h30 - Valéria Oliveira

01 de abril – Quarta-feira
18h30 - Jaime Lourenço e Eli Cavalcante
19h - Zé Hilton do Acordeon
19h30 - Khrystal
Luciana Oliveira
Assessora de Imprensa
luciana@sollarcomunicacao.com.br
(84) 98728-0813
Imagem relacionada à divulgação


©2020 www.AssessoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo - Twitter @AssessoRN
Postagens mais antigas Página inicial
Copyright © AssessoRN.com | Suporte: Mais Template