Página Inicial

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Exposição fotográfica de Leila Cunha e Flávio Goes retrata as belezas do Mar e do Sertão do RN

Fotos: Leila Cunha/divulgação
Dividindo a vida entre a profissão como Procuradora do Estado e a paixão pela fotografia, Leila Cunha Lima lança nesta sexta-feira, 28, em parceria com o arquiteto Flávio Goes, a exposição “Encontro do Mar com o Sertão”. Serão 22 fotografias, sendo 14 de Leila e 8 de Flávio, inspiradas nas belezas destas paisagens tão peculiares do RN, a partir das 16h, na Praça Cívica, em Petrópolis.
 
A exposição fotográfica é uma das atrações do Projeto Cultural Encontro do Mar com o Sertão, evento que acontece de 28 a 30 de novembro e tem o objetivo de fomentar o turismo de potiguares dentro do RN. O evento reunirá, em cerca de 60 estandes, o que existe de melhor nas diversas formas de expressões culturais potiguares, gastronomia com pratos típicos e ingredientes regionais, artesanato, manifestações culturais, passeios turísticos, hospedagem, oportunidades de negócios imobiliários, dentre outros produtos dos municípios do interior do RN.
 
Trata-se da sexta exposição fotográfica da Procuradora “Para mim é muito importante participar de um evento como estes, o Encontro do Mar com o Sertão, pois mostra para os norteriograndenses, e também para os turistas, o potencial e as belezas que o nosso estado possui. Um estado muito rico culturalmente e com belezas naturais que precisam ser contempladas”, comenta Leila, que é também filha do presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras, Diógenes da Cunha Lima, com quem publicou o livro de poesias “Flores Que Encantam o Brasil”, ilustrado com fotografias dela.
 
Serviço:
Exposição Fotográfica Encontro do Mar com o Sertão
Data: de 28 a 30 de novembro
Hora: A partir das 16h
Local: Praça Pedro Velho (Praça Cívica)
 
Elidiane Poquiviqui
[elidiane.tarrafa@gmail.com

Buraco no meio do caminho à noite é motivo de indenização em rua da capital

Cidadão cai em buraco, quebra a perna e será indenizado
 
Um cidadão será indenizado no valor de R$ 10 mil, à título de danos morais, por ter sofrido um acidente em via pública, na noite do dia 25 de julho de 2011, o que lhe causou fratura na perna. A quantia será paga solidariamente pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) e pelo Município de Natal. A sentença é do juiz Everton Amaral de Araújo, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Natal.
 
O autor informou na ação que caiu em um buraco existente na Travesa Santa Joana D'arc e, como consequência do acidente, sofreu fratura na perna, que o forçou a permanecer em casa durante um mês e o impossibilitou de procurar emprego.
 
Ressaltou também que a cratera seria decorrente de um serviço realizado pela companhia de águas na casa de uma das moradoras daquela rua, que resultou em um cano de água quebrado e, apesar da empresa já ter conhecimento do problema, esta nada fez para consertá-lo. [Portal TJRN > Saiba mais]

Circuito Ritz recebe etapa Triathlon estadual

 
Foto por assessoria: divulgação
A última etapa do Campeonato Estadual de Triathlon organizada pela Federação de Triathlon do RN – FETRIRN será realizada no Condomínio Palm Spring da Ritz Property, na praia de Muriú no dia 21 de dezembro.
 
Serão cerca de 100 atletas inscritos para as provas de ciclismo, corrida e natação, todas realizadas na área do empreendimento.
 
“Eu acredito que essa parceria nos brindará com  o local ideal para a realização da competição, além de oferecer geograficamente os requisitos necessários para a prova, o atleta poderá ser acompanhado da família que terá uma estrutura complementar de lazer oferecida pela Ritz”, acrescenta o presidente da Federação, Jussier Lourenço .
 
As inscrições estão abertas a partir de 1 de dezembro e podem ser feitas pelo site: www.circuitoritz.com.br .
Para mais informações sobre a prova: fetrirn@gmail.com
 
Verônica Garrido
[veronica@bponto.net]

Zuilton, o contador e empresário desaparecido deu notícias, segundo informações da família

Foto acervo familiar
De acordo com um sobrinho do empresário Zuilton Barbosa de Melo, o tio deu notícias e se encontra em São Miguel. Segundo disse Robério Aquino, ao Jornal de Hoje, em Natal, que ele saiu de Natal para "relaxar", que  
não houve sequestro nem mulheres nesse passeio para tirar o estresse. E como indaga o jornalista Cortez na página Candelária e a Sua Realidade, qual terá sido a tal São Miguel: a cidade serrana na Tromba do Elefante, no Alto Oeste potiguar, ou na praiana São Miguel do Gostoso, litoral norte do RN?
  
Ao Portal G1RN, o filho do empresário, Francisco Moreira, disse que o pai está bem e que um primo vai buscá-lo, mas não informou qual a cidade    
 
- O empresário  foi visto pela última vez quando saiu de casa para caminhar no Parque da Cidade, proximidades do Conjunto Satélite, em Natal, bem cedo da manhã da última segunda-feira (24).
 

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas convoca categoria para assembleia nesta quinta

CONVOCAÇÃO
 
Cartaz/Divulgação
A diretoria do SINDJORN convoca todos os jornalistas do Rio Grande do Norte para Assembleia nesta quinta-feira(27/11), a partir das 19h, na sede da entidade, localizada à Rua Felipe Camarão, 385 – Cidade Alta, teremos as seguintes pautas:
 
1. Resumo da negociação salarial de 2014 até o presente momento;
2. Solenidade de posse da Comissão de Ética do Sindjorn;
3. Inauguração da foto de Nelly Carlos na galeria de ex-presidentes do SINDJORN.
 
Ressaltamos a importância da participação da categoria nessa ASSEMBLEIA, principalmente em se tratando da questão da negociação salarial, pois até o momento não conseguimos chegar a nenhum acordo com a classe patronal e precisamos traçar estratégias de lutas e mobilizações afim de conseguirmos algo de concreto esse ano.
 
Logo após as discussões e cerimônias mencionadas, será disponibilizada a área externa do SINDJORN para confraternização e bate-papo entre os jornalistas, com música ambiente, cervejas e espetinhos de carnes (adesão).
Desde já aguardamos a presença de todos que puderem comparecer.
 
A DIRETORIA – SINDJORN
 
Sindjorn Sindjorn
[sindjorn@yahoo.com.br]

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Fetarn reúne conselho deliberativo com missa na inauguração da nova sede da entidade

Fetarn lança Marcha das Margaridas e Festival Internacional da Juventude Rural durante reunião do Conselho Deliberativo
 
Foto por assessoria: divulgação
Durante a manhã e início da tarde desta quarta-feira (26), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte (FETARN) reuniu cerca de 150 pessoas no auditório da nova sede da entidade, na rua Apodi, na Cidade Alta. Representantes dos sindicatos, associações, CUT, Contag, Incra e ANEA, participaram da reunião do Conselho Deliberativo da entidade.
 
Durante a reunião do Conselho foi aprovada por unanimidade a proposta orçamentária para 2015 e realizados os lançamentos oficiais de dois importantes eventos, que ocorrerão nos meses de abril e agosto em Brasília, o Festival Internacional da Juventude Rural e a Marcha das Margaridas.  
 
Também durante o evento foram debatidas perspectivas em relação ao novo governo estadual e federal para 2015, além de apresentação de proposta de regimento interno para os polos sindicais.
 
Missa e coquetel de inauguração
 
As 18h, foi realizada uma missa em ação de graça pela conclusão da construção da nova sede, celebrada pelo padre Murilo, seguida de coquetel com a presença de representantes dos sindicatos e de diversas autoridades.
 
Na oportunidade, Raimundo Costa, Delegado do Ministério de Desenvolvimento Agrário e José Ferreira, diretor da Fetarn, fizeram uma explanação sobre a história da luta sindical no Rio Grande do Norte.   
 
“A inauguração da nova sede é uma grande conquista para a Fetarn e para os sindicatos. Levamos 4 anos para concluir a obra. Enfrentamos diversas dificuldades, mas hoje esse é um sonho concreto. Um espaço amplo e confortável, com salas de reuniões, auditório, sala de imprensa e área de eventos. Um ambiente para proporcionar o melhor atendimento para o homem e a mulher do campo”, concluiu o presidente da Fetarn, Manoel Cândido da Costa.
 
Tarcyla Costa
[tarcycosta@hotmail.com]

Empresário morador de Candelária está desaparecido desde a última segunda-feira

Zuilton, o contador boêmio, desapareceu há mais de 48 horas.
 
Por Luiz Gonzaga Cortez – jornalista*
 
Foto de acervo
Tomei um susto, no final da manhã de hoje, através de um telefonema, quando soube do desaparecimento do contador Zuilton, boêmio de Candelária, uma grande figura humana, bom de papo e companheiro de mesa em qualquer bar do bairro onde residia. Tive oportunidade de conversar com ele muitas vezes num bar da rua Raposo Câmara, onde se falava de Deus e o Mundo, com ou sem aniversários, como este da foto acima, tirada numa manhã de domingo (18.11.2013, provavelmente). Na foto, Zuilton está com camisa branca, ao fundo, ouvindo as conversas do outro lado mesa, onde o aniversariante Cesar Cabral estava abraçado com a sua companheira.
 
Segundo informações, já divulgadas na mídia local, Zuilton sumiu na manhã de 2ª feira, 24, após sair de casa no seu carro e rumar para o Parque da Cidade, entre Candelária e Cidade Satélite, onde faria a sua costumeira caminhada matinal, a partir das 5 horas. O seu carro foi encontrado fechado, com documentos e carteira, intacto. Segundo dizem, o filho dele levou o carro para casa, através da chave reserva. A polícia está em diligências para localizar Zuilton, natural de Santana do Matos/RN.
 
Zuilton é cunhado do jornalista Albimar Furtado, colunista do NOVO JORNAL.
 
 
*Postado em sua página Candelária e a Sua Realidade 
 
Confira no G1RN > Guarda Municipal faz novas buscas por empresário desaparecido em Natal

Um repórter do tempo das ‘pretinhas’

Sérgio Fleury (1941-2014)

Por Israel Tabak*

Cotocos de cigarros enfileirados ao lado da máquina de escrever. Um terrível cheiro de chumbo saindo de rudimentares condutos de ventilação que passavam também pela oficina, no tempo das linotipos. O chumbo “encanado” não era suficiente para atrapalhar a inspiração que a fumaça tragada ao longo do dia trazia a Sérgio Fleury, nos idos de 1966, quando o conheci na velha sede do Jornal do Brasil, na Avenida Rio Branco, Centro do Rio de Janeiro.

Fleury era dono de uma singular sensibilidade para captar pequenos e interessantes detalhes de fatos que passariam ao largo de um repórter burocrático. Personagens, comportamentos, cenas, paisagens, um cotidiano em constantes e às vezes traumáticas transformações na cidade que ele amava muito. Desde cedo também se apaixonou pelo jornalismo bem feito, decente.

Na realidade, todos nós que tivemos a sorte de trabalhar no JB daquela época éramos apaixonados pelo nosso ofício. Tempos de criatividade, inovação, modernização, profissionalização e dignificação do trabalho do jornalista, em um veículo que ficou sem competidor durante muitos anos, anos-luz à frente dos demais.

Projeto de vida

Fazer um lead era arte requintada. Alguns repórteres se torturavam para criá-lo. O texto de Fleury saía leve e solto, como ele mesmo levava a vida. Tornou-se exemplo de profissional como hoje há poucos: o repórter que ia para a rua à cata de boas histórias, avesso às quatro paredes e às fontes de sempre, ao declaratório insípido, aos números frios e descontextualizados, à notícia que já vem dos gabinetes numa folha de papel mal redigida.

Procurava desenterrar de ambientes e lugares menos formais o material que realmente interessava. Foi assim que, a partir de rabiscos em papéis retirados da lata de lixo, reconstruiu a história de uma importante reunião, cujos participantes, autores dos rabiscos, haviam negado acesso aos jornalistas.

A reportagem de qualidade, como quase sempre ocorre nas redações brasileiras, perdeu um expoente quando Sérgio Fleury deixou as ruas, convocado para ser chefe de reportagem, editor ou assessor de imprensa, em vários locais. Mas, quase ao mesmo tempo, a herança bendita do velho JB ganhou seu mais notável militante. Não se tratava de um saudosismo estéril, da simples perpetuação de um passado distante e já desinteressante, como alguns poucos invejosos podem fazer crer.

A criação de um blog como o Álbum Jotabeniano, as reuniões, eventos criativos, almoços, jantares que ele organizava, ao lado de outros colegas, tendo como pano de fundo o velho JB, acabaram se constituindo em um importante resgate histórico da fase mais apaixonante e criativa da reportagem brasileira, o marco zero do nosso moderno jornalismo. Viver de fazer boas reportagens, sustentar a família batucando as “pretinhas” passou a ser possível e – mais do que isso – se transformou no projeto de vida dos jovens que começavam a sair das faculdades de comunicação.

Convivência rica

Sérgio Fleury, que tentara antes a arquitetura, começou no Jornal do Brasil em 1965 e não era formado, como muitos repórteres dos anos 1960. Mas, no momento atual, quando a chamada convergência de mídias – eufemismo para o barateamento da mão de obra – e a consequente desvalorização da reportagem bem fundamentada produzem um retrocesso na qualidade dos veículos, o exemplo de Fleury deve servir de inspiração para quem ainda acredita na força transformadora do jornalismo.

No JB, o fazer jornalístico nos absorvia, de dia e de noite, de madrugada, na redação, no bar, na praia e até em casa. Pobres das nossas famílias que até hoje têm que ouvir infindáveis histórias, que não cansamos de, obsessivamente, contar e repetir, como se fosse a primeira vez. Fleury se foi e com ele um repertório de narrativas deliciosas, que nós, seus amigos, não temos o direito de deixar sumir da memória.

Vamos continuar perpetuando, em nossos corações, um tempo incomparável, de alegrias e conquistas, de rica convivência humana que – na muito sentida ausência de Fleury – vai continuar iluminando o nosso caminho.

*Israel Tabak é jornalista

- Com post napágina do Observatório da Imprensa

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Engenho na Estrada: Expedição Fotográfica Agreste Colonial


Cartaz/Divulgação

O projeto Engenho na Estrada é uma expedição com aulas de fotografia para fotógrafos iniciantes e avançados, onde os participantes têm exercícios específicos para fotografar com a orientação do professor Alex Gurgel.

PROGRAMAÇÃO:

- Café-da-manhã sertanejo na centenária Fazenda Bom Jardim.
- Fotografar detalhes, contrastes, macro, HDR, texturas, panning,
- Enquadramento, Regra dos Terços, Texturas, Molduras.
- A luz de Vila Flor e a Casa de Câmara e Cadeia.
- O almoço será em Barra do Cunhaú com peixe fresco e frutos do mar, no Restaurante da Maria, um dos melhores do Litoral Sul do RN (não incluso no pacote)
-Fotografar cenas na beira do Rio Curimataú: pescadores, barcos, catamarãs e seu imenso coqueiral.
- Exercícios de fotografia com os casarios coloniais de Canguaretama.
- Pôr-do-sol em Baía Formosa, onde haverá exercícios de lightpaiting (fotos com exposições em baixa velocidade), puxada de zoom e silhuetas de pessoas em criativos retratos.

Expedição com aulas de fotografia 100% práticas
Dia | 07 de DEZEMBRO
Saída | 06h30
Investimento: R$ 170,00 – em 2 x no Cartão ou R$ 150,00 a vista
Incluso | Café da manhã, transporte e aulas de fotografia
Local de saída| Engenho de Fotos, Cidade Alta (Por trás da Igreja do Galo)
Informações | 3211-5436 / 8896-5436
E-mail | alexgurgel@supercabo.com.br

ATENÇÃO: É recomendável levar um tripé para fotos em baixa velocidade.

Alex Gurgel
[alexgurgel@supercabo.com.br]

Lançada a campanha publicitária inédita de combate ao racismo no SUS

Fan Page oficial contra o racismo no SUS já está no ar. Curta e compartilhe!

Crédito foto: Erasmo Salomão/divulgação
Hoje, 25 de novembro, foi lançada pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Direitos Humanos a campanha publicitária inédita de combate ao racismo no Sistema Único de Saúde (SUS), com o slogan Racismo faz mal à saúde. Denuncie!. A ação é mais um marco para a promoção da saúde do negro no Brasil e tem como objetivo conscientizar a população e profissionais da área sobre a existência do racismo no SUS e a importância de enfrentá-lo.

Por meio do Disque Saúde 136 é possível denunciar qualquer situação de racismo ou obter informações sobre doenças mais comuns entre a população negra e que exigem um maior acompanhamento. A página oficial da campanha já está no ar. Saiba como participar e, não fique em silêncio, compartilhe nas redes sociais. [Blog da Saúde > Saiba mais]

Jipeiros são formados na 1ª turma de bombeiros voluntários


Foto: Imprensa CBMRN
O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) vivenciou na noite desta terça-feira (25) mais um momento histórico para Corporação. Na ocasião, a instituição realizou, no Quartel do Comando Geral do órgão, em Natal, a solenidade de formatura da 1ª turma de bombeiros voluntários da história do CBMRN.

O grupo foi composto por 60 jipeiros do estado e possibilitou estabelecer interação entre os bombeiros e os amantes do 4x4, através de atividades recíprocas, no campo do ensino de técnicas de salvamento, atendimento pré-hospitalar e prevenção contra incêndios, além do ensino de técnicas de manutenção e direção nos veículos 4x4 do CBMRN.

A capacitação dos voluntários ocorreu nos meses de setembro de outubro e contou com a participação de diversos instrutores militares.

 “A iniciativa para realização da 1ª turma de bombeiros voluntários no RN surgiu após o desastre natural ocorrido em Mãe Luiza, no mês de junho deste ano, que culminou com desabamento de casas nas ruas Atalaia e Guanabara. O fato chamou a atenção dos jipeiros para o serviço voluntário, o que foi prontamente acolhido por nós bombeiros que atuamos diretamente nestas ocorrências. Temos a certeza que esta é a primeira de muitas outras turmas que iremos formar”, disse o Coronel Elizeu Lisboa Dantas, Comandante Geral dos Bombeiros.

Cartinhas da campanha Papai Noel dos Correios estão disponíveis para adoção nas agências

Prazos da campanha: o período de “apadrinhamento” vai até 10 de dezembro, quando se encerra também o prazo para entrega dos presentes nas agências participantes

Foto: ascom-rn
Milhares de cartas enviadas por crianças de escolas públicas e comunidades carentes ao Papai Noel estão disponíveis para adoção nas agências dos Correios. Em cada uma delas, palavras e desenhos traduzem os sonhos de meninos e meninas.

Jéssica Aparecida, 10 anos, aluna do 4º ano de uma escola da zona rural de São José de Mipibu, pediu ao Papai Noel duas opções de presente. Na cartinha, ela explica que gosta muito de estudar e mora com a mãe, o padrasto e os irmãos.  “Meu padrasto é ajudante de pedreiro e nem sempre tem trabalho. Queria ganhar o material escolar ou uma boneca Barbie. Pois só estou com um caderno que a professora me deu e a boneca minha mãe disse que não pode comprar”, relatou.

Já o estudante Rafael Batista tem oito anos, mora com os pais, o irmão e o tio no bairro de Mãe Luiza.  Na cartinha endereçada ao Bom Velhinho, Rafael conta um pouco dos seus sonhos e expectativas para o futuro. “Quando eu crescer vou ser professor, vou ensinar e aprender com os alunos. Papai Noel, eu gostaria de poder ganhar uma bola, se não puder, pode me dar uma pipa”, disse.

Brinquedos como bola e boneca, calçados e material escolar estão entre os mais pedidos pelas crianças. No trabalho de escrita das cartinhas desenvolvido em sala de aula, elas foram orientadas a colocar duas opções de presente, sendo uma delas economicamente mais acessível. Além do estímulo à escrita através do lúdico, a campanha pretende disseminar valores como a solidariedade entre as crianças.

Em 2014 a Campanha Papai Noel dos Correios comemora sua 25ª edição. A ação tem por objetivo principal responder às cartas das crianças que escrevem ao Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Este ano, mais de 60 instituições públicas de ensino, todas situadas em áreas carentes, estão sendo contempladas pelo projeto, cujo público-alvo são os alunos da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Além de Natal e Região Metropolitana, as pessoas interessadas em adotar cartinhas podem procurar as agências dos Correios de Currais Novos, Mossoró, Açu, Caicó, Pau dos Ferros, Macau, Nova Cruz e Santa Cruz.

Mas atenção aos prazos da campanha: o período de “apadrinhamento” vai até 10 de dezembro, quando se encerra também o prazo para entrega dos presentes nas agências participantes. Os Correios se responsabilizarão pela remessa do presente à escola onde estuda a criança ou à residência. Independente da obtenção do presente solicitado, todas receberão uma carta-resposta do Papai Noel.

As pessoas interessadas podem mobilizar vizinhos, colegas de trabalho, amigos e familiares para colaborarem com o Papai Noel dos Correios, ajudando a tirar os sonhos das crianças do papel. Dúvidas podem ser esclarecidas com a coordenação da campanha, através dos telefones (84) 3220-2472/2405 ou pelo e-mail ascom-rn@correios.com.br.


RN/ASCOM
ascom-rn@correios.com.br
84 - 3220-2405